Como limpar adequadamente seus ouvidos

A cera de ouvido, ou o cerúmen, é a chave para um ouvido saudável. Ela é muito importante para coleta de resíduos e bactérias, além de proteger o ouvido contra corpos estranhos ou indesejados. Possui lubrificação para evitar que as orelhas fiquem secas e com coceira, atua como um antifúngico e antibacteriano, ajuda a combater infecções dentro e ao redor de nossas orelhas.

Para muitas pessoas, o cerúmen é considerado um obstáculo desagradável para manter os ouvidos limpos e, por isso, podem prejudicar o canal auditivo quando tentam retirá-lo. Todos os ouvidos têm formato único, os métodos normais de limpeza nem sempre são eficazes e a cera pode se acumular em alguns indivíduos.

Caso você tenha alguma dificuldade de ouvir, zumbido nos ouvidos, sinta algum mau cheiro, e/ou tenha dores fortes de ouvido, pode significar excesso de cerúmen.

Normalmente, a cera sai dos ouvidos naturalmente por meio dos movimentos normais da mandíbula, como falar e mastigar. Portanto, a maioria das pessoas raramente precisa limpar os ouvidos além de sua rotina normal de banho. A recomendação dos profissionais de saúde é limpar o ouvido após o banho, tirando o excesso de água e qualquer cera possível do ouvido externo com uma toalha ou pano de limpeza. Esse é o caminho certo.

O uso de hastes flexíveis pode ser agressivo e ter efeito contrário do desejado, isso porque as hastes podem empurrar a cera para dentro do ouvido, causando um impacto e evitando que o tímpano vibre de forma adequada, as pessoas que fazem uso desse produto para limpar os ouvidos frequentemente tornam a cera pior. Esse impacto pode levar a problemas maiores.

Como todos os ouvidos têm formato único, os métodos normais de limpeza nem sempre são eficazes e a cera pode se acumular em alguns indivíduos.

Pessoas que usam aparelhos auditivos podem ser mais suscetíveis ao acúmulo de cera, pois ter um dispositivo no ouvido pode impedir que a cera escape por conta própria. Além disso, o acúmulo de cera de ouvido é mais comum entre adultos mais velhos porque a consistência da cera muda com a idade.

Se você acha que tem cera em excesso, a coisa mais segura a fazer é visitar um médico ou fonoaudiólogo. Eles poderão examinar e determinar se o cerúmen deve ser removido, caso tenha necessidade, existem alguns métodos para a realização desse processo. O profissional poderá retirar da melhor forma e provavelmente recomendará que o paciente volte regularmente como uma medida protetiva.  

Compartilhe!
Deixe seu comentário



Sua Mensagem

Veja mais...
Como os ruídos na escola afetam a audição e a concentração do aluno
A perda auditiva em crianças e os seus cuidados
O perigo da perda auditiva em adolescentes
Atendimento
Topo